Por onde começar a desenvolver as soft skills ou habilidades socioemocionais?

A minha convicção sobre a importância da aprendizagem ao longo da vida (lifelong learning) se fortalece a cada dia. Equilibrar o aprendizado entre as habilidades: técnicas (hard skills) e as socioemocionais (soft skills) é vital para as constantes adaptações na vida. Ambas estão interligadas e devem ser desenvolvidas com efetividade. A dificuldade pode estar na escolha daquelas mais relevantes para cada desafio.

Atualmente, a atenção está voltada ao desenvolvimento das habilidades socioemocionais porque estamos numa era marcada pela complexidade, imersos num contexto exponencial, dinâmico e imprevisível. Esse cenário é o oposto de quando a maioria das organizações se estabeleceram, caracterizado por um ambiente mais estável, linear e previsível. Essa transformação exige novos comportamentos e atitudes.

Aprofundar habilidades existentes e adquirir novas tornou-se uma urgência, impulsionada pela transformação digital. O que permitiu o surgimento de novos negócios e mais acesso à informação. No entanto, trouxe muitas consequências: dentre elas, o repensar de como o trabalho está estruturado e promovendo alterações, reduções e ajustes por parte das organizações. Além de, num futuro próximo, o impacto da automação de tarefas com novas configurações do trabalho.

Cabe destacar que cada pessoa possui, intrinsicamente, um conjunto de habilidades e, principalmente, de capacidades comportamentais. Identificar seus pontos fortes para tirar o máximo de proveito daquilo que já domina pelas competências técnicas e fortalecer as habilidades socioemocionais é imprescindível. Por exemplo, se um programador tem flexibilidade, ele conseguirá lidar melhor com as diferentes pressões internas e facilita o relacionamento com os colegas.

Destaco as principais habilidades socioemocionais que devem ser o foco de desenvolvimento em 2021: empatia, liderança, comunicação, criatividade e flexibilidade.

Algumas delas são mais difíceis de desenvolver e mensurar. Por isso, recomendo fazer uma boa reflexão dos pontos que você precisa aprimorar e iniciar o quanto antes um plano de aperfeiçoamento e agir imediatamente. Não espere para amanhã.

As softskills são desenvolvidas na prática e não somente na teoria. É na arena do dia a dia que se aprimora e traz os resultados. O melhor caminho é resolver problemas reais.

Dicas de como desenvolver as soft skills?

  1. Tome consciência e encare as mudanças necessárias, inclusive os seus medos;
  2. Identifique quais áreas da sua vida necessitam de equilíbrio e correlacione com as habilidades a serem aperfeiçoadas;
  3. Defina as ações que dependem de você. Faça aquilo que está no seu alcance;
  4. Priorize e tome atitudes;
  5. Tenha foco e disciplina;
  6. Se disponha a aprender todos os dias.

“Em grande parte do nosso processo de mudança, o que nos impede de ter uma alta performance é o medo de errar, o medo do que o outro pensa, medo do julgamento.” (T. Febel)

Sucesso e estamos juntos! Conte comigo para essa jornada.

Uma ótima semana!

Consultora de desenvolvimento e cultura de colaboração. Meu propósito é humanizar organizações a partir do presente e construindo o futuro.

Consultora de desenvolvimento e cultura de colaboração. Meu propósito é humanizar organizações a partir do presente e construindo o futuro.